Faça um orçamento familiar e tenha dinheiro no fim do mês

Planejamento Financeiro

Faça um orçamento familiar e tenha dinheiro no fim do mês

Editor HF
Escrito por Editor HF em maio 8, 2019
Junte-se às pessoas que estão prosperando financeiramente.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Se você tem uma leve tendência em ver o seu dinheiro desaparecer todos os meses e não sabe bem como isso acontece, fazer um orçamento pode resolver esse problema.  Planejar um bom orçamento familiar auxilia você a ter um estilo de vida que combine com seus rendimentos. Além disso, colabora para a realização de seus sonhos. Por outro lado, se seu estilo de vida não é compatível em seu bolso, seu estresse aumenta e os seus sonhos ficam impossíveis.
Fazer um orçamento familiar inteligente é evitar que seu dinheiro acabe antes do fim do mês, prevenindo o endividamento. Se você ainda não está super endividado, o caminho para sobrar dinheiro no mensalmente não está distante. Conheça cinco conselhos para organizar as finanças e se planejar para realizar seus sonhos.

1. Diferencie necessidades de desejos

Quando gerenciar o seu dinheiro, seja uma mesada ou um salário milionário, saiba distinguir as suas necessidades dos seus desejos. Comece por avaliar a sua situação financeira. Depois, faça duas listas – uma para as necessidades e uma para as coisas que quer.  Para cada coisa na lista “quero”, pergunte:

  • Por que é que quero isto?
  • O que mudaria na minha vida se o tivesse?
  • É verdadeiramente importante para mim?

2. Defina o que quer da vida, realmente

É praticamente impossível encontrar famílias com orçamentos iguais. Usamos o nosso dinheiro de maneira diferente, em função das necessidades e desejos de cada um. Mas há alguns índices genéricos quanto à percentagem que cada família deve gastar. Veja um exemplo:

Seus gastos Valor Mensal (Gasto mensal/total de gastos) x 100 Proporção ideal sugerida
Poupança, investimentos 10% ou mais
Aluguel, prestações da casa própria 25% a 40%
Despesas da casa 8% a 15%
Alimentação 10% a 20%
Carro, transporte 15% a 25%
Gastos com saúde 8% a 15%
Gastos pessoais 3% a 5%
Educação 5% a 10%
Outros menos de 5%
TOTAL 100% 100%

Os ajustes são feitos em cada caso. Por exemplo, se quer beber um café por dia ou fazer uma viagem no final do ano, tem de reservar dinheiro para isso, diminuindo o que gasta em outra área da sua vida.

3. Quanto dinheiro recebe?

Para fazer um orçamento familiar coerente você tem de saber quanto dinheiro recebe mensalmente. Inclua todas as eventuais fontes de renda que tiver, como o seu salário, juros que possa receber, atividade intelectual, trabalhos extras ou pensões.

4. Calcule as despesas

despesas como a luz, telefone ou água que podem variar todos os meses, por é bom saber em média
quanto é que gasta e manter as despesas sempre no nível mais baixo. Aproveite a oportunidade e motive todos os membros da família para  economizar na utilização de serviços (fechar a torneira e reparar vazamentos de água, apagar as luzes, desligar aparelhos da tomada). Mostre o resultado possível no decorrer de um ano e faça a todos visualizarem no que o dinheiro poderia ser investido.

5. Registre o orçamento familiar

A partir do momento em que tiver o seu orçamento familiar preenchido, habitue-se a manter registros das suas receitas e despesas. Assim perceberá a diferença entre o seu orçamento e o dinheiro que gasta realmente.

Conclusão

Conseguir planejar e acima de tudo executar um orçamento familiar com certeza pode te aliviar financeiramente e pode impulsionar a realização de seus sonhos.

Conheça os cursos do Hospital das Finanças para melhora sua vida financeira. Acesse: http://ead.hospitaldasfinancas.com.br

 

 

Futuro milionário,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se às pessoas que estão prosperando financeiramente.

Share This
×