O sonho de toda pessoa que consegue fazer sobrar uma quantia todo mês é saber onde investir corretamente suas economias. Daí fica pergunta: por onde começar?  Muitos investidores principiantes cometem erros de forma frequente devido à sua inexperiência e falta de conhecimento. O resultado? Acabam  perdendo dinheiro. Neste artigo vamos destacar 5 regras básicas de investimentos para iniciantes. Assim você poderá começar sua carreira de investidor bem informado e seguro, evitando alguns erros básicos.

1. Desconfie do que lê

Se realmente quer ganhar dinheiro com o seu investimento, precisa agir antes que o mercado esquente, já que o preço das ações provavelmente atingirá uma alta dada a grande publicidade sobre esse investimento. Lembre-se: nunca invista às cegas ou poderá acabar se dando muito mal. Nunca existe garantia que os preços irão continuar a subir e você poderá ter que vender as ações que comprou a preços bem menores. O resultado? Prejuízo.

2. Tenha uma variedade de investimentos

Esta dica é importante, para você conseguir fazer uma correta distribuição dos riscos. Isso significa que seria melhor fazer investimentos numa variedade de setores e empresas. Por exemplo, em uma empresa de saúde, uma transportadora ou uma imobiliária. Como estes setores não estão extremamente relacionados, você pode diversificar de forma inteligente os riscos de investimento. Como é muito pouco provável que todos os seus investimentos corram mal ao mesmo tempo, uma baixa num setor não irá afetar negativamente o desempenho do seu portfólio. Para conseguir um portfólio diversificado, uma boa opção é contratar empresas de aconselhamento financeiro, como o Hospital das Finanças. Com orientação perita, você conseguirá aprendizados para construir um portfólio com uma maior variedade de investimentos, tendo riscos menores.

3. Não Invista em quem não conhece

Evite investir em empresas sobre as quais não tem o menor conhecimento ou também de sua área de negócio. Quer um exemplo? Se não conhece bem o seu mercado e respectivos produtos e matérias-primas, é provável que ache complicado entender que a queda dos preços do petróleo poderá trazer impactos nas finanças e empresas de minas de carvão.  É impossível ter uma estratégia de investimento passiva com as flutuações nos mercados. Além disso, também não poderá tomar decisões no tempo apropriado se não estiver devidamente informado da situação atual do mercado.

4. Foque primeiro nas suas dívidas

Se você acabou acumulando dívidas no seu cartão de crédito ou se possui um empréstimo com uma taxa de juro muito elevada, melhor esperar. Livre-se de todas as dívidas antes de investir. Você até pode achar que consegue pagar as dívidas com os ganhos gerados pelo seu investimento, mas as chances são mínimas.

5. Reavalie a cada 2 Semanas

Não seja rígido demais ou até mesmo inflexível. Caso tenha uma grande perda num investimento, não tenha dúvidas – dê um passo pra trás. Muitas pessoas não conseguem manter-se calmas e tendem a dobrar o seu investimento de forma a recuperar aquilo que perderam. E este é um fato que une novos investidores a traders experientes e gestores de fundos. Muitos acabam entrando em pânico e costumam agarrar qualquer oportunidade de recuperar aquilo que perderam. Este é o momento para dar um passo atrás, pensar bem e comparar os prós e contras antes de tomar qualquer decisão. Reveja o seu portfólio e pense bem antes de tomar a próxima decisão.

Conclusão

Tendo estas 5 regras de investimentos para principiantes em mente, com certeza você terá riscos menores nos seus primeiros passos para acumular dinheiro. Caso precise de uma orientação rápida para montar seu portfólio e encontrar boas oportunidades, não perca tempo e preencha o formulário abaixo. Um consultor do Hospital das Finanças entrará em contato e lhe dará uma consulta gratuita, com ótimas dicas.

Share This